Operação Koala desmembra quadrilha que distribuía drogas em Maceió

Todos os presos tinham associação com o tráfico de drogas e recebiam ordens do sistema prisional

whatsapp-video-20160707__1__853x480

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/AL) apresentou na sexta-feira (14) mais uma quadrilha que atuava na distribuição de drogas na capital. A organização atuava no Bairro de Cruz das Almas, onde 16 pessoas ligadas ao grupo criminoso foram presas.

Após dois meses de investigações das inteligências da SSP/AL, Polícia Militar e Polícia Civil, 20 mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital, resultando na apreensão de quase um quilo de droga e na prisão dos integrantes da quadrilha que abastecia toda a região com maconha, cocaína e crack.

A Operação Koala recebeu este nome justamente pelo apelido de um dos líderes da organização. Felipe Barbosa da Silva, conhecido como “Koala”, acabou sendo atingido após reagir à ação policial. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos. “Koala” comandava a distribuição das drogas por todo bairro de Cruz das Almas e recebia ordens de Anderson Ferreira da Silva, vulgo “Risquinho” e Davi de Carvalho Monteiro, vulgo “Peixe”, que já se encontravam no sistema prisional.

Fagner Nascimento da Silva, mais conhecido como “Cipa”, de 23 anos era considerado o braço direito do “Koala” e exercia a parte prática da organização, gerenciando e repassando todo fornecimento para os outros integrantes da quadrilha que realizavam o comércio ilegal dos entorpecentes.

De acordo com a delegada Ana Luisa Nogueira, responsável pela Gerência da Polícia Judiciária da Região 1, essas operações são de extrema importância. “O desmembramento dessas organizações criminosas acarretam na queda dos crimes violentos que, em sua maioria, estão associados ao tráfico de drogas. Toda semana envolvidos são retirados de circulação e isso reflete diretamente na redução da criminalidade que vem acontecendo na capital”, pontuou a delegada.

Entre os integrantes da quadrilha que foram presos na capital e tinham a função de comercializar os entorpecentes estão: Alex Manoel Freire dos Santos, vulgo “Boi”, de 22 anos; Adalberto Leão Viana Neto, 26; Márcio André Tavares de Lima, 41; Wenderson José Seixas Maciel, 20; Dennyson Medeiros de Moura, 26; Fábio Nascimento da Silva, 22 e Jonathan Carvalho Gomes, 23. Já José Benedito Soares Filho, 26 anos, foi preso no município de Marechal Deodoro.

Quatro mulheres que faziam parte da organização também foram presas. São elas: Michele da Conceição Soares, 30; Saionara Santos da Silva, 19; Ingrid Gillane da Silva Vieira, 24 e Laís Fernanda Santos da Silva, 20. Durante a operação ainda foi apreendido o menor L.L., de 16 anos.

O secretário Lima Júnior reconheceu o trabalho realizado pelas forças policiais. “Nosso trabalho de combate ao crime é árduo e a integração das nossas equipes vêm trazendo resultados cada vez mais expressivos para a sociedade alagoana”, destacou o secretário.

Participaram da operação equipes da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN), Gecoc, Tigre, Asfixia, Oplit, Radiopatrulha, Batalhão de Operações Especiais (BOPE), 1º Batalhão da PM e o Grupamento Aéreo da SSP.

Eva Pimentel – Agência AL

16/10/16

(Visited 2 times, 1 visits today)