Governador anuncia construção de viaduto na Polícia Rodoviária Federal

csm_image_02_abeca643c3

Para encerrar as atividades de 2015, o governador Renan Filho cumpre agenda em Brasília, no Distrito Federal, nesta segunda-feira (28), para buscar recursos de obras importantes para o Estado, e, além disso, firmar um convênio com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), que vai possibilitar a construção de um sonho antigo dos alagoanos: o viaduto na Polícia Rodoviária Federal.

Durante entrevista ao programa Cidadania, da Rádio Correio, Renan Filho afirmou que vai a capital Federal, juntamente com o secretário Mozart Amaral, firmar o convênio com o Dnit para construção do viaduto na Polícia Rodoviária Federal, na parte alta de Maceió.

“Esta é uma obra muito importante. A região se transformou em um trânsito infernal para os alagoanos que vêm a nossa capital, e será possível agora, por meio desse recurso viabilizado, construir um viaduto que resolva aquele trânsito, que atrapalha tanto a vida do alagoano”, afirmou o governador.

Ele declarou ainda que os recursos para as obras da rodovia AL-101 Norte e a duplicação da rodovia AL-220, no trecho da Barra de São Miguel a São Miguel dos Campos, já foram viabilizados pelo senador Renan Calheiros.

“Elas são duas obras importantes e fundamentais para Alagoas e vou nesta segunda-feira assinar, junto ao Ministério do Planejamento, os contratos para a vinda desses recursos para o Estado”, disse o governador.

O chefe do Poder Executivo estadual finalizou explicando que deve se reunir com o novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, para tratar de alguns assuntos do interesse do Estado, como do Produban – Banco do Estado de Alagoas – e a questão da Companhia Energética de Alagoas (Ceal).

“Tenho brigado e corrido atrás dos valores que Alagoas tem a receber, seja pela Ceal, com a liquidação definitiva do Produban, porque com essas iniciativas nós vamos garantir os investimentos que o Estado precisa e garantir mais segurança para o funcionamento de Alagoas, para os servidores, para fornecedor, e esse é um dos motivos que vou a Brasília”, concluiu.

TNH1

(Visited 45 times, 1 visits today)