Gasolina pode passar de R$ 4 e aumento dos combustíveis é causa do reajuste da passagem de ônibus

c369ef41-4df9-4e77-844b-c9363faff7b6

O aumento do preço dos combustíveis em todo o país e em Alagoas é um dos fatores que levaram o Conselho Municipal dos Transportes (CMT) a aprovar o aumento da tarifa de ônibus para R$ 3,20 em Maceió. A estimativa é que a gasolina ultrapasse os R$ 4,00 (quatro reais) nos postos da capital e diesel, combustível da frota de ônibus, acumulou reajuste de 18%.

Nove capitais já aumentaram a tarifa e a tendência é que todas elevem o preço da passagem de ônibus. Na maioria das cidades, a mudança foi justificada pela alta dos custos, em especial do combustível, que chegou a registrar aumento de 50% em alguns Estados. Por causa disso, o reajuste ficou acima da inflação em determinadas capitais brasileiras.

Ainda nesta cesta de aumentos que provocaram a decisão do Conselho, aprovada em reunião realizada na quarta (06), estão o reajuste de 10% dado aos trabalhadores das empresas de ônibus, e mais 19% de aumento no ticket alimentação destes mesmos funcionários. As empresas ainda absorveram, sem  repasse aos trabalhadores do sistema, o aumento do plano de saúde oferecido a motoristas e cobradores.

A expectativa é que o Conselho comunique a decisão à Prefeitura nesta quinta (07), enviando a Ata da Reunião do CMT com a explicação sobre a proposta de reajuste da tarifa. Após a análise da Ata, a Prefeitura vai deliberar sobre o reajuste. A inflação da economia brasileira é outro fator agravante para a nova tarifa de ônibus. Em 12 meses, os principais responsáveis pela inflação de 9,93% foram a energia elétrica (com alta de preços de 52,3%), gasolina (17,93%), refeição fora de casa (4,8%), carnes (10,16%) e plano de saúde (11,24%).

Em Aracaju, capital sergipana, o preço cobrado pelo transporte rodoviário passou de R$ 2,70 para R$ 3,10 em 27 de dezembro, um aumento de 14,81%. Florianópolis e Rio de Janeiro apresentaram reajustes de 12%, também acima de inflação acumulada nos últimos doze meses, que chegou a 10,48%. No Rio, o aumento nos trens e barcas deve ocorrer só em 2 de fevereiro, mas, desde o último sábado, as passagens de ônibus passaram a custar R$ 3,80.

• Diesel 18%
• Salário dos Rodoviários 10% e 19% no ticket alimentação e a concessão do ticket nas férias
• Aumento do plano de saúde, sem repasse aos rodoviários
• Salário Mínimo 11%

Cada Minuto

(Visited 50 times, 1 visits today)